12 dicas para ter – e manter – uma vida saudável

Vida saudável

Qualidade de vida” é uma expressão que tem sido bastante externada nos últimos tempos, isso porque as pessoas têm se preocupado mais em se sentir bem e em buscar alternativas que contribuam para uma vida mais saudável e, consequentemente, mais longa.

Pensando nisso, a Naturalis separou 12 dicas para te ajudar nessa missão:

1-Reduza o consumo de sal

Apesar de saboroso, o consumo excessivo de sal é um dos principais vilões contra a saúde cardiovascular, devido aos riscos de se desenvolver uma hipertensão arterial. Além disso, ainda pode sobrecarregar o funcionamento dos rins e favorecer o inchaço – causado pela retensão de líquido – das pernas, pés e barriga, por exemplo.

2-Saboreie um café da manhã saudável

Com a correria cotidiana, muitas pessoas esquecem ou ignoram a necessidade de um café da manhã reforçado e saudável, mas durante a noite o organismo fica, em média, de 7 a 8 horas em jejum, o que exigirá energia e nutrientes na manhã seguinte para conseguir recomeçar suas atividades. Além disso, os nutrientes são melhor absorvidos durante o café da manhã comparado aos demais períodos do dia.

3-Pratique atividade física regularmente

A atividade física não deve ser considerada um hábito exclusivo de quem deseja emagrecer ou ganhar massa muscular, mas de todas as pessoas, tendo em vista que, além de melhorar o humor e aumentar a disposição, a atividade física é uma ótima aliada na prevenção de doenças cardíacas.

4-Não exclua a janta da sua rotina alimentar

Muitas pessoas que buscam o emagrecimento têm o costume de excluir o jantar do cronograma alimentar. Esse hábito, entretanto, não é nada saudável, visto que o organismo passará horas em jejum durante o sono e a falta de nutrientes nesse período poderá ocasionar uma fome desproporcional na manhã seguinte. Por isso, o ideal é preparar um jantar leve e nutritivo, como um grelhado acompanhado de salada crua, legumes e arroz integral, por exemplo.

7-Dê valor ao seu sono

A correria diária, muitas vezes, impede uma noite de sono tranquila e durante o tempo adequado de, pelo menos, 7 horas e meia. No entanto, esse é um elemento essencial para manter corpo e mente saudáveis. Um estudo da American Academy of Sleep comprovou que dormir bem é um dos segredos para a longevidade.

8-Cuide bem da sua respiração

A respiração é mais um fator que contribui para a melhora – ou piora – da qualidade de vida. Estudos demonstram que pessoas com sérias dificuldades respiratórias durante o sono, têm 50% mais chances de morrer que alguém da mesma idade sem essas condições.

9-Mantenha seus amigos por perto

Não há segredos quanto aos benefícios que as amizades podem levar às pessoas, afinal, todo mundo precisa de alguém para compartilhar bons e maus momentos. Essa convivência, entretanto, pode ser melhor do que se imagina no ponto de vista da saúde, visto que pode contribuir com o aumento da longevidade em até 50% comparado às pessoas que vivem só.

10-Conheça a si mesmo – e goste de você

O que pensamos de nós reflete – e muito – no nosso cotidiano: no trabalho, no convívio social, na tomada de decisões, na formação de opiniões, nas vontades que sentimos, no cuidado com o nosso corpo e na nossa saúde. Por isso, é importante buscar o autoconhecimento a fim de compreender não apenas os defeitos e as questões a serem melhoradas, mas principalmente as nossas qualidades, que devem – e merecem – ser reconhecidas. Quando nos colocamos a favor de nós mesmos, a vida ganha uma nova perspectiva.

11-Tente evitar o estresse

Provavelmente você deve estar pensando: na teoria é fácil, quero ver evitar o estresse passando pelo que eu passo todos os dias. Essa, na verdade, é a reação mais comum e tem lá o seu fundo de verdade. Entretanto, esse é um cuidado diário e progressivo que devemos ter com a nossa saúde física e mental. Isso porque o estresse pode causar a ansiedade e a depressão, dois dos mais comuns transtornos psíquicos que vemos atualmente. E por mais que saibamos que não existe um botão “liga-desliga” em nossa mente, às vezes precisamos tentar nos desconectar dos problemas e focar nas coisas boas. Atividade física e momentos de lazer – sozinho, entre amigos ou em família – são fortes aliados nessa batalha.

12-Faça acompanhamento médico regular

Temos o hábito nada saudável de procurar um médico apenas quando nosso corpo dá sinais de que algo está errado. Com tantos afazeres diários, parece difícil encontrar uma janela para cuidar de nós mesmos, mas a saúde deve ser prioridade em unanimidade em nossa rotina. Além de conhecer o histórico familiar, todas as pessoas devem consultar um médico de confiança e solicitar um check-up anual, apenas para certificar-se de que tudo continua sob controle, principalmente a partir dos 40 anos, quando essa exigência ganha força e precisa ser levada ainda mais a sério, devido ao aumento de riscos no desenvolvimento de uma série de doenças.

Deixe uma resposta