Ferro, Ácido Fólico e Vitamina B12: por que são tão importantes para o nosso organismo?

Glóbulos Vermelhos / Ferro / Anemia
Glóbulos Vermelhos

Ferro

O Ferro é um mineral que deve ser mantido em níveis adequados, pois tanto a sua deficiência quanto o seu excesso são prejudiciais ao funcionamento normal do organismo.

O mineral é responsável por funções como oxigenação e proliferação celular, síntese de DNA, produção de colágeno e atividade antioxidante, dentre outras ações necessárias para o equilíbrio orgânico.

É fundamental na produção de glóbulos vermelhos e essencial para a atividade de diversas enzimas e proteínas, que são primordiais para a produção de energia. O mineral é essencial, também, para desenvolvimento cerebral, memória, atividades intelectuais e para o sistema imune.

Ácido Fólico (Vitamina B9)

O Ácido Fólico (B9) é essencial para divisão e replicação celular, pois atua como coenzima em reações de metilação, no metabolismo de aminoácidos e na síntese de DNA, justificando sua ação na embriogênese (formação do embrião) e na formação do tubo neural durante a gestação.

Vitamina B12 (Cobalamina)

A Vitamina B12 ou Cobalamina também age como coenzima, participando da síntese de DNA em todas as células. Se houver deficiência, ocorre acúmulo de homocisteína e de folato ligado ao grupo metil, prejudicando a produção de nucleotídeos e DNA, pois o folato participa de uma reação mediada por uma enzima dependente de cobalamina.

De uma maneira geral, a deficiência da vitamina B9 ou vitamina B12 promove a anemia megaloblástica, caracterizada pela maturação retardada das células germinativas e produção de pré-hemácias gigantes e anormais, as quais são destruídas por macrófagos.

Por essa razão, o ácido fólico e a Cobalamina, quando associados ao ferro, são nutrientes primordiais para a produção de hemácias e prevenção das principais anemias nutricionais.

Deixe uma resposta